Filippo Zambon

Syktyvkar é uma cidade no norte da Rússia, a pequena capital da República de Komi, lar de um grupo étnico Fino-húngaro que foi colonizado pelos russos séculos atrás. Longe de quaisquer grandes cidades russas e da vida rápida e desenvolvimento econômico do oeste, é uma cidade no "fim do império". Os dois grupos étnicos, Komi e Russos, viveram juntos por um longo tempo, misturando suas raízes e fundindo sua iconografia e tradições. O folclore tradicional de Komi, o simbolismo soviético e a cultura russa contemporânea fundiram-se no quotidiano desta cidade provinciana. Syktyvkar, que na língua komi significa "a cidade no rio" é uma entidade desconhecida, mesmo para a maioria dos russos. Capital de uma rica região natural perto dos Montes Urais e da terra dos Nenets. Durante o tempo czarista, este foi um local de exílio político e muitos prisioneiros de guerra foram enviados para cá. Durante a Segunda Guerra Mundial, o Exército Vermelho conduziu centenas de prisioneiros alemães para região, muitos dos seus descendentes ainda estão a viver aqui.