Fred Huning 

DREI - THEM AND ME


Era uma vez um homem e uma mulher. Eles estavam loucamente apaixonados, passavam o tempo todo juntos, partilhavam as mesmas ideias e sonhos. Mas um dia, um outro homem apareceu. Muito mais jovem, mais bonito, mais giro. A mulher apelidou-se então de mãe e designou o seu amante e homem, como pai. A mulher partilhava agora, cada minuto do seu tempo com o jovem rapaz. Ela alimentou-o: deu-lhe os seios para que bebesse, e o seu corpo para que se aquecesse. O homem passou a sentir-se desenquadrado e estranho. Não existia mais ELA e ELE, agora eram ELES e ELE. Mas como o homem era fotógrafo de profissão, fez o que melhor sabia: tirar fotografias. Ele estava sempre por perto da mulher e do jovem rapaz. O homem observava cada respiração deles, cada movimento que faziam, cada passo que davam, cada palavra que diziam, cada jogo que jogavam. DREI é a palavra alemã para "três".


Carpintarias de São Lázaro 


fred_huening_them_and_me_07

Fred Hüning studied at Ostkreuz School Berlin. He is mostly working with subjects connected to human intimacy, nature and what he called „The Things of Life“. In 2007 he received the Art Prize for Photography Berlin-Brandenburg for his diploma work "einer". His photobook trilogy "einer", "zwei" and "drei" was published 2010/11 by Peperoni Books Berlin. 2013 the trilogy was invited by curator Susan Bright for her group show and book ‘Home Truths: Photography and Motherhood’. In 2013 bis monograph "one circle" (based on the trilogy) was published. 2017 his second book trilogy "two mothers" was published. His work has been shown in photography festivals across Europe, including Reggio Emilia, Darmstadt, Leipzig, Łodz, Kaunas and Arles. Solo exhibitions include Gallery Brotfabrik Berlin and Westwerk Hamburg. Group shows include ‘Home Truths’ at The Photographers´ Gallery London, MoCP Chicago and Belfast Exposed. 2019 "einer" was featured in the book "Photography Decoded", published by TATE London. Edit

en_GBEnglish