Joakim Eskildsen

Cuban Studies


Joakim Eskildsen é conhecido pelas suas monografias sociopolíticas, como The Roma Journeys e American Realities, onde são retratadas comunidades marginalizadas. Apesar do uso de tons aparentemente melancólicos, Eskildsen atinge uma intimidade e proximidade avassaladoras no seu trabalho, o que frequentemente acontece dada a convivência lado a lado com os participantes dos seus trabalhos por longos períodos de tempo. A série Cuban Studies é o resultado de várias viagens que Joakim Eskildsen empreendeu nesse país durante um período de grande transição, logo após as reformas económicas. “Foi uma época de otimismo e incertezas, e grandes esperanças para o futuro. Desde o primeiro dia que o país me intrigou, desde o seu povo à sua complexa história de colonialismo e comunismo, cuja presença visual foi uma constante. Quanto mais aprendia sobre Cuba, mais difícil se tornava de entender. Foi como aprender a ver o mundo de um ângulo diferente, e era tão distinto do que eu conhecia que decidi manter a mente aberta e assumir a posição de ouvinte.”


Museu Nacional de Arte Contemporânea


cc

Joakim Eskildsen (Copenhagen 1971) é um fotógrafo dinamarquês que mora perto de Berlim. Publicou livros, tais como Nordic Signs (1995), Bluetide (1997), iChickenMoon (1999), The Roma Journeys (Steidl 2007), American Realities (Steidl 2016) e Cornwall (2018). O seu trabalho foi amplamente mostrado em exposições, incluindo mostras de observação, no Fotomuseum Winterthur, no Museu Nacional de Fotografia em Copenhaga e no Museu Amos Anderson em Helsínquia. Joakim Eskildsen é representado por People Projects Berlin, Polka Paris, Purdy Hicks London e Robert Morat Berlin.

en_GBEnglish