CATARINA OSÓRIO DE CASTRO

REFÚGIO


No início houve a descoberta da energia do mar, da terra, das montanhas, do silêncio, das ruas perdidas, da vegetação exuberante, da água quente que brota da terra numa noite fria, da escuridão que ameaça o sol tímido. Depois foi o regresso e o reencontro com tudo aquilo que se foi tornando cada vez mais familiar e do qual já eu fazia parte.


Agora, precisava de ir mais fundo e descobrir o que se encontra para lá das portas das casas de família, com ar de que sempre lá estiveram, firmes, viradas para o mar, sem nada prometer, mas com histórias por contar. Os objetos comuns ou sagrados, os retratos dos que vivem e dos antepassados, o ambiente familiar carregado de um tempo lento, a aura do que permanece.


(Série em desenvolvimento nos Açores)


Catarina Osório de Castro


BIO

Catarina Osório de Castro (1982) nasceu em Lisboa onde vive e trabalha. É representada pela galeria Módulo - Centro Difusor de Arte. Licenciou-se em arquitetura pela Universidade Técnica de Lisboa em 2005. Formou-se em fotografia no Ar.Co em 2012 e em 2014/15, frequentou a escola de fotografia Atelier de Lisboa. Em 2016 expôs na Módulo a sua primeira individual, “Devagar” e em 2019 “Eclipse”. Tem exposto regularmente em coletivas como “Coterie” em Lisboa, ou “Trinta Anos, Encontros da Imagem”, em Braga ou em feiras de arte como “Estampa” em Madrid. Em 2019 participou no projeto coletivo [TASCAS] culminando na publicação “Pelas Tascas de Lisboa” e numa exposição online nas residências artísticas “raum”. Em 2020 publica o seu primeiro livro “Devagar”.

CatarinaO Castro01
pt_PTPortuguese
en_GBEnglish pt_PTPortuguese